A dieta carnívora gera deficiências nutricionais?

Atualizado: 9 de Ago de 2018


(Este é o sexto de uma série de 7 posts de um artigo escrito originalmente por Sean Hyson, especialista certificado em resistência e condicionamento (C.S.C.S.), ele é o autor dos 101 Melhores Exercícios de Todos os Tempos, um best-seller da Amazon.com e o e-book A Verdade Sobre o Treinamento de Força. O texto original em inglês você encontra neste link: https://www.onnit.com/academy/the-carnivore-diet/)

Risco de doenças que ameaçam a vida à parte, a dieta carnívora - surpreendentemente - não parece levar a muitas deficiências de vitaminas ou minerais, se é que há alguma. Somente a carne vermelha contém grandes quantidades de ferro e zinco, e frutos do mar e laticínios fornecem vitamina D, que geralmente deve ser adicionada a alimentos vegetais. O micronutriente de que os nutricionistas, como St. Pierre, não têm a certeza de obter o suficiente é a vitamina C, que é extremamente fácil de obter quando se come frutas e vegetais.


Em contrapartida, os defensores dos carnívoros argumentam que, na ausência de carboidratos, seu corpo pode não precisar de muita vitamina C, tornando assim pequenas quantidades suficientes.


Stephen D. Phinney, MD, Ph.D., autor de "The Art and Science of Low-Carbohydrate Living", especulou que o beta-hidroxibutirato cetona - que seu corpo irá produzir quando você remove carboidratos de sua dieta - substitui a necessidade de vitamina C, pelo menos em parte. Em uma dieta balanceada, um dos papéis da vitamina C no corpo é formar colágeno, mas Phinney diz que os aminoácidos que você obtém de uma grande ingestão de carne fazem o trabalho sem ela. De fato, nem Munsey nem Baker sofreram escorbuto, e tampouco as centenas (milhares?) de outros carnívoros (sem carboidratos) espalhados no país e no exterior - até onde sabemos.


St. Pierre acrescenta que, se você fizer um esforço para comer uma grande variedade de alimentos de origem animal, ou seja, NÃO são apenas bifes - você protege suas apostas de obter a micronutrição de que precisa. Isso significa se aventurar além das carnes magras e aproveitar alimentos como caldo de ossos e órgãos. Isso é o que Munsey fez. "Eu estava apenas sendo mais cauteloso", diz ele. E “carnes de órgãos”, ele aponta, “tem mais micronutrientes do que vegetais”.


0 visualização

Dieta Carnívora Brasil no Instagram