Por que tantos carnívoros são interessados ​​em Bitcoin?

Pode parecer uma estranha coincidência que muitos carnívoros também estejam envolvidos com criptomoedas, incluindo o Bitcoin. Este fato tem razões históricas e sociológicas.

Tanto o Bitcoin quanto a dieta carnívora podem ser vistos como inovações. As inovações tendem a seguir um padrão específico de adoção. Os primeiros a adotarem uma inovação são aqueles que possuem personalidades inovadoras. Eles tendem a ser educados e orientados para o risco. Eles pensam fora da caixa e questionam as ideias convencionais. Essas pessoas inventam ou descobrem novas tecnologias, e as experimentam muito antes de terem um histórico comprovado e com pouca consideração pelo que a maioria está pensando ou fazendo.


Depois dos inovadores vêm os “early adopters” (aqueles que começam a usar produtos ou tecnologias assim que eles se tornam disponíveis). Os early adopters são muito parecidos com os inovadores, mas tendem a ser mais socialmente ativos e a serem líderes de opinião. Ou seja, outras pessoas valorizam e confiam em suas opiniões. Somente após esses estágios, uma nova ideia começará a ser adotada mais amplamente (se for o caso) por pessoas que sigam líderes de opinião. Tanto o Bitcoin quanto o Carnivorismo ainda estão no estágio de early adopters, e por isso não é tão surpreendente que o mesmo tipo de pessoas atraído por um seja atraído pelo outro.