Qual a diferença entre a dieta carnívora e a dieta cetogênica?

Atualizado: 27 de Ago de 2018


(Este é o segundo de uma série de 7 posts de um artigo escrito originalmente por Sean Hyson, especialista certificado em resistência e condicionamento (C.S.C.S.), ele é o autor dos 101 Melhores Exercícios de Todos os Tempos, um best-seller da Amazon.com e o e-book A Verdade Sobre o Treinamento de Força. O texto original em inglês você encontra neste link: https://www.onnit.com/academy/the-carnivore-diet/)




A dieta carnívora e a dieta cetogênica permitem proteína e gordura enquanto restringem os carboidratos, mas a abordagem carnívora é consideravelmente mais extrema. Como você não come alimentos vegetais, a ingestão de carboidratos é praticamente zero. Isso não quer dizer que seu corpo não tenha carboidratos. Como com uma dieta cetônica, o corpo aprende a fazer seus próprios carboidratos para estimular a atividade em um processo chamado gliconeogênese. Então, enquanto a dieta carnívora também pode ser chamada de plano “zero-carboidrato”, isso é um pouco inapropriado.


Em uma dieta cetogênica, a ênfase é na gordura. A proteína é limitada para evitar o excesso de gliconeogênese, que pode tirar uma pessoa da cetose. Na dieta carnívora, no entanto, você é encorajado a comer tanto proteína quanto gordura. Como resultado, dependendo exatamente de quais alimentos você come e quanto, você pode ou não atingir a cetose técnica seguindo um plano carnívoro. Se você faz ou não, não importa.


O único objetivo é se sentir melhor e ficar mais saudável. Ao contrário da cetogênica, não há diretrizes claras a seguir para a dieta carnívora em relação aos macros ou porcentagens de calorias totais. Como a dieta nunca foi formalmente estudada, não há ciência concreta para definir como configurá-la de maneira ideal. Mas Shawn Baker e outros carnívoros parecem concordar que depender da carne vermelha torna a dieta simples de seguir e cuida de todas as necessidades nutricionais.


Lembre-se de que sua comida deve ser proveniente de animais, de modo que os abacates e o óleo de coco que normalmente abundam em uma dieta cetogênica não têm lugar no plano carnívoro. Por outro lado, você pode comer qualquer alimento de origem animal que desejar em qualquer quantidade ou combinação que preferir. Alimentos lácteos contendo açúcar, como leite e iogurte, geralmente não são encontrados em um plano de dieta cetogênica, mas podem ser incluídos em um carnívoro, mesmo que contenham alguns carboidratos. Veja a tabela abaixo para uma comparação rápida que você pode usar como um guia de referência.


Dieta Carnívora Dieta Cetogênica


Nutrientes Principais: Proteína e Gordura Gordura

Quantidade de carboidratos

permitida: Praticamente 0 5–20% das calorias*


Alimentos permitidos: Apenas alimentos de Alimentos de origem

origem animal (carne, animal e vegetal (óleo de

peixe, ovos, caldo de coco, abacate, algumas

ossos, alguns laticínios) nozes e sementes)


* A dieta cetogênica clássica, definida clinicamente, exige que apenas cinco por cento das calorias provenham de carboidratos, mas existem muitas versões da dieta que permitem mais e são mais apropriadas para atletas e ativos. pessoas cujas necessidades de energia são maiores.


Continua...


1,963 visualizações1 comentário

Dieta Carnívora Brasil no Instagram